QUERO SER O TEU AMANTE


Quero ser o teu amante, amor,
O teu amante, e mais que tanto.
Que pelo teu lindo amor é sonhador,
Tão sonhador, nem sonhas quanto.

Quero estar, seja a onde for,
No teu corpo, com teu encanto.
Matar este forte desejo além da dor,
Que doí, sem doer, num pranto.


E correr o teu corpo em rigor,
De tudo o que é chama viva, ardor;
Com um louco apego, a ti, tanto.

Deixando-te em segredo um temor,
Que não te livrarás amor, enquanto;
Minha paixão, por ti, não levanto.

António Almeida