NA CULPA


Na culpa


Tu tens culpa
Eu tenho culpa


Não à só um culpado

Na culpa


Como pode haver só uma culpa
Sem outra culpa


No outro lado

Na culpa
Nunca só á uma culpa


Ó é doida!
Ó é marado!

António Almeida